Você tem acompanhado o Giro da FAPA?

O programa tem periodicidade quinzenal e reúne PODCASTS de dois a três minutos, com os principais assuntos em pauta na entidade. As primeiras edições abordaram pautas destacadas pelos participantes na Pesquisa de Satisfação, realizada no início de 2019. Até o momento, nove programas foram apresentados com assuntos como: empréstimos, portabilidade, aportes, cota, contribuição extraordinária, dentre outros. Lançado em julho de 2019, o programa já alcançou mais de 1000 reproduções no Soundcloud, no site da entidade e nas redes sociais e quase duas mil visualizações do conteúdo enviado por e-mail e Whatsapp. O Giro da FAPA tem o objetivo de fortalecer a comunicação e o relacionamento da fundação com você participante e assistido. Por isso não deixe de enviar suas sugestões, opiniões e comentários sobre os programas. Acesse nossas nossas redes sociais ou nossos Canais de Relacionamento. Confira a última edição do Giro da FAPA, com uma entrevista com a analista de controles internos da FAPA, Regina Correia sobre Avaliação de Riscos.

Acesse aqui para acompanhar a última edição.

CD aprova orçamento do PGA para 2020 e estudo ALM

Com pautas extensas os Conselhos da FAPA realizaram nos dias 12 e 13 de novembro, em Curitiba, suas penúltimas reuniões ordinárias do ano. O orçamento do Plano de Gestão Administrativa (PGA) 2020 e o estudo Asset Liability Management (ALM) foram alguns dos assuntos discutidos pelos grupos, que voltam a se reunir no próximo dia 13 de dezembro.

Leia mais

Aportes esporádicos na FAPA chegaram a R$ 2,4 milhões nos últimos cinco anos

Não é de hoje que os participantes da FAPA têm feito aportes esporádicos para aproveitar o incentivo fiscal na declaração de Imposto de Renda e para o incremento da aposentadoria futura. Nos últimos cinco anos os aportes somaram R$ 2,4 milhões e a expectativa é de que até o final de 2019 esse número chegue a R$ 3 milhões.

Leia mais

Saiba como economizar energia elétrica sem o horário de verão

Pela primeira vez após 34 anos ininterruptos, o horário de verão não entrou em vigor no Brasil em 2019. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), a decisão foi tomada porque estudos constataram que a medida não vinha reduzindo o consumo de energia elétrica.

Leia mais

Siga-nos nas Redes Sociais