NOTÍCIAS

Fique sempre por dentro do que acontece
Presidente da FAPA se reúne com aposentados da AAPER 17/03/2017

Presidente da FAPA se reúne com aposentados da AAPER

A equipe da FAPA participou, dia 10 de março, da Reunião da Associação dos Aposentados do Instituto Emater (AAPER), no Escritório Central, em Curitiba. A presidente da FAPA, Claudia Janesko apresentou os números da entidade, os resultados dos investimentos, informações sobre a venda da Unibrasil, e falou sobre as contribuições extraordinárias dos aposentados.
Segundo a presidente, o retorno dos investimentos da entidade em 2016 foi muito positivo. A FAPA apresentou uma rentabilidade de 14,10% no ano, resultado acima da meta atuarial de 11,38%. O resultado ajudou a diminuir os déficits apresentados em anos anteriores, entretanto ainda não podem garantir a suspensão das contribuições extraordinárias.

“É necessário constituirmos um superávit robusto que dê condições de suspender as contribuições de uma forma sensível, tanto para os assistidos quanto para a patrocinadora, e de uma forma que se apresente sustentável”, explicou Claudia.

De acordo com ela, as contribuições ainda não poderão ser suspensas neste ano de 2017, mas quando da reversão de insuficiência para um quadro de superávit, será possível revisitar o processo que estabeleceu as cobranças e reavaliá-lo.

“Revertendo o resultado e demonstrando consistência do superávit ao longo do tempo, teremos mais conforto para entrar com processo formatado pela atuária do plano para proposição de redução dos descontos das contribuições extraordinárias”.

Sobre o campus Unibrasil, a presidente rememorou que a parceria com a Instituição de Ensino começou no ano 2000 a partir de um contrato que previa cinco etapas: Aquisição do Terreno, Apresentação de Projetos, Construção dos Prédios, Arrendamento (por um prazo de 15 anos) e a Venda do Campus.

A última etapa do projeto - a venda do campus - foi concluída em dezembro de 2016, para a própria Unibrasil pelo valor de R$ 51 milhões, com entrada de R$ 8 milhões e parcelamento em 10 anos. Além de prevista no contrato, a venda era necessária por conta da exigência do órgão regulador para reenquadramento de carteira imobiliária da FAPA.

“Existe uma Resolução do Conselho Monetário Nacional que dá limites para aplicação no mercado de investimentos, como forma de proteger as entidades. A norma diz que no segmento imobiliário o limite de alocação é de 8% e a FAPA estava bem acima disso,” explicou.

Ela destacou ainda que o investimento teve um retorno excelente nos últimos 15 anos, superior a 1% ao mês. "Ao longo do tempo recebemos um valor expressivo, justamente por ser um investimento de maior nível de risco. Não tínhamos disponível o dinheiro, já que ele estava aplicado no campus com indisponibilidade por prazo razoável. Agora, teremos uma rentabilidade padrão para a carteira o que já era esperado,” concluiu.

A diretora lembrou também que, além da condição contratual e do prazo para o reenquadramento, a necessidade de tornar o investimento líquido foi outro ponto determinante para a venda do imóvel. “Nosso plano atingiu maturidade e após o último PDV, ele entrou em descapitalização. Necessitamos de previsibilidade dos recursos para não comprometer a folha de benefícios no futuro”, destacou.

OUTRAS NOTÍCIAS

Veja aqui outras notícias
FALE COM A FAPA
Previc FAPA

Agência Eureka! Agência de publicidade e propaganda
Obrigado. Responderemos em breve.
X